terça-feira, 18 de agosto de 2015

Espera por mim, por favor...

Sentado no aeroporto à espera que chegue a hora do seu voo para partir, olha para o relógio para ver o tempo que faltava. Com apenas 15 minutos para ser chamado, levanta-se para ir tomar um café. Em pé, com um braço na mesa e outro a assegurar na chávena, bebe calmamente até que ouve "Lourenço". O batimento do seu coração acelera, pousa a chávena, olha para o seu lado direito e não podia acreditar quem ali estava. Surpreendido, responde com um sorriso, "Érica".
"Não sabia que tinhas voltado cá."
"Na realidade não voltei, apenas tive aqui de passagem. Já estou de partida outra vez."
Mal acaba de falar, repara no anel que ela tem no seu dedo. Mexe-se um bocado para a frente e com um esforço para conter a tristeza, e mesmo antes de dizer alguma coisa Érica apercebe-se e diz, "Ah sim, eu fiquei noiva. Daqui a duas semanas vou mudar-me para o sul. Ele chama-se Filipe."
"Filipe?" Voz fica fraca, palavras não querem sair. Parece que a garganta ficou com um nó, mas com um sorriso forçado e um esforço para falar com o tom de voz o mais normal possível diz sinceramente, "É um homem com sorte.”
"Eu esperei por ti."
"Eu não pedi-te para fazeres isso."
"Pois não. Não pediste, tu apenas… partiste. Pensavas que merecia e seria melhor assim para mim. Como não conseguias deixar-me entrar na tua vida como eu queria, e para não magoares-me foste embora. Mas eu acho que a verdade lá no fundo era mais fácil para ti se ficasses sozinho."
"É quem eu sou Érica." Aproxima-se dela e suspira ao ouvido, "Espero que sejas feliz com o Filipe." E começa a caminhar.
"Tu não significas isso, não totalmente."
Ele pára e olha para trás. "Tens coragem? Arrisca e diz para eu esperar por ti, e eu o farei." Naquele momento apenas ouve-se o som das vozes das pessoas a falar, as rodas das malas a andar, a voz das pequenas colunas a chamar as pessoas para os seus voos, mas nenhuma palavra dele ouve-se. "Pois, seria preciso verdadeira coragem não é?" Pega na mala e vai-se embora. 
Lourenço com olhos a brilhar e com um tom fraco diz, "Espera por mim… Por favor."

35 comentários:

  1. Adorei! Gosto muito da tua forma de escrever, faz-me entrar na situação.

    ResponderEliminar
  2. Ja te disse que escreves muito, muito bem? :)

    ResponderEliminar
  3. Adorei, gostei imenso da maneira como escreves :)
    http://surpreende-mee.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Obrigado!! Adoro os teus textos, identifico-me imenso com este... Como se fosse um futuro próximo :)

    http://photographybyvania.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Boa narração! O que será que aconteceu a seguir? :)

    ResponderEliminar
  6. Olá,

    Tal como pediste, venho dar-te o novo link do meu blogue. Ele só irá estar activo a partir do dia 23 de Agosto mas já ficas aqui com ele :)

    http://vivreavecpassionblog.blogspot.com/
    O novo e-mail é: vivreavecpassionblog@outlook.pt

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  7. Adoro!
    Tens facebook/instagram Pedro? :)

    ResponderEliminar
  8. Ótimo conto, adorei.

    Um beijo,

    http://alicetwins.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  9. Mais um texto fabuloso, ficou incrível mesmo. Escreves muito!!!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  10. Escreves muito bem, adorei!! :p
    r: Muito obrigada!

    ResponderEliminar
  11. Desencontros! E muitas vezes bastaria uma conversa franca, pondo o orgulho de parte.
    Conheço casos de pessoas que perdem a oportunidade da sua vida assim como esses dois.
    Belo Conto.
    Abraço
    Olinda

    ResponderEliminar
  12. Adorei o texto, fiquei curiosa para saber o que terá acontecido a seguir...
    R: Foi o que aconteceu, o sporting foi melhor :)

    ResponderEliminar
  13. gostei muito.

    lollipopnecklace.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Texto com gostinho de curiosidade para saber o desenrolar...
    A vida nos seus encontros e desencontros rumo a procura do destino certo ou incerto.
    Abraços

    ResponderEliminar
  15. Lindo Pedro! Saio daqui com um sorriso no rosto ;)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  16. Adoro reencontros e desencontros! Trazem as mais belas histórias e espero que estejas a trabalhar nesta continuação! Um beijinho e obrigada pela força :)

    ResponderEliminar
  17. Pedro! já tinha saudades de ler estas tuas historias, opa, adorei!! :D

    como andas rapaz?

    ResponderEliminar
  18. Mudei o url do blog e provavelmente os meus posts não vão aparecer no teu feed, se quiseres continuar a ver no painel tens que deixar de seguir e seguir de novo... Obrigada e desculpa pelo incómodo!

    ResponderEliminar
  19. Olá! :)
    Venho dar a conhecer a minha página no facebook onde partilho os meus projectos de Arquitectura em 3D!
    Agradeço se puderes visitar e deixar o teu like. Obrigado :)
    https://www.facebook.com/designdeinteioresexteriores

    ResponderEliminar
  20. Pedro, volta a este teu canto ;)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  21. Palavra ideal para descrever este texto é PERFEITO, adorei a narração e a forma como a escreves-te.
    Parabéns

    ResponderEliminar
  22. O meu blog tem o novo link: http://the-choice-13.blogspot.pt/
    Se quiseres continuar a acompanhar-me terás de voltar a seguir :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Deixa a tua opinião, é sempre bem-vinda.